• Marcelo Bandeira

RESFRIAMENTO ATIVO PARA SENSORES ÓPTICOS: O DESAFIO DA GESTÃO TÉRMICA NA PRODUÇÃO AUTOMATIZADA.

O mau funcionamento dos sensores ópticos por superaquecimento pode comprometer a produção e causar perdas financeiras para as empresas.

Os sensores ópticos de distância e posição baseados em laser ou câmeras são parte integrante do mundo atual da produção automatizada. Geralmente esses equipamentos são instalados em áreas com condições ambientais difíceis ou extremas. Agora, imagine as perdas financeiras devido ao mau funcionamento desses sensores ou câmeras devido ao superaquecimento.

Lugares extremos com ar ambiente carregado de poeira ou névoa salina, alta temperatura ambiente, influência mecânica como forças de aceleração ou vibrações, podem complicar ou prejudicar o gerenciamento térmico eficaz.

Os sensores baseados em laser naturalmente aquecem devido à sua própria perda de energia. Sob condições operacionais adversas os sensores tendem a superaquecer, especialmente se forem instalados em gabinetes com alta classe de proteção IP. A perda de energia gerada deve ser dissipada para o ar ambiente a fim de evitar o superaquecimento do laser e a consequente parada da produção. A perda de energia dos sistemas de câmeras é geralmente menor que a dos lasers. No entanto, todos os sensores ópticos, independentemente do tipo, devem ser mantidos dentro da faixa de temperatura operacional definida pelo fabricante.

É essencial resfriar ativamente os sensores em áreas onde a temperatura ambiente excede parcial ou totalmente a temperatura máxima de trabalho do equipamento. Isso evitará o mau funcionamento devido ao superaquecimento e consequentes perdas financeiras.

A tecnologia Europeltier oferece a melhor solução para esses casos. Se o calor residual do sensor for dissipado para uma superfície de contato, pode ser aplicado um Cooler Peltier de resfriamento por contacto, que transportará o calor dessa superfície para o ar ambiente reduzindo a temperatura do sensor abaixo da temperatura ambiente. Se o sensor estiver instalado dentro de um quadro ou armário, o seu ar interno também poderá ser mantido abaixo da temperatura ambiente usando um Cooler Peltier "air-to-air".


Condições ambientais difíceis geralmente não são um problema para os Coolers Termoelétricos Europeltier, uma vez que estes podem ser instalados em locais com temperaturas ambientes de -40° C até 70° C, ou até mais altas. O Coolers Europeltier também podem ser projetados com o grau de proteção IP67 ou IP68, o que permite uma limpeza fácil com água ou ar comprimido.


Uma outra vantagem é a possibilidade de estabilizar a temperatura do sensor com alta precisão, pois os equipamentos Europeltier são desenvolvidos para resfriar ou aquecer usando o mesmo equipamento.

Os dispositivos EuroPeltier são resistentes às forças de aceleração ou vibrações e podem ser facilmente adaptados com precisão ao sensor em sua condição de uso.

Uma fábrica que usa muitos sensores seria possível como alternativa levar o ar frio de um sistema de ar condicionado central para os sensores usando sistemas de tubos ou mangueiras. A desvantagem, neste caso, é a dificuldade de mudar a posição do sensor. Além disso, uma falha no sistema de ar condicionado também resultaria na falha do arrefecimento de todos os sensores, enquanto um resfriamento descentralizado usando o sistema individual Europeltier afetaria apenas um único sensor, no caso de uma eventual falha.


A Europeltier Thermotechnology desenvolve e fabrica sistemas Peltier para resfriamento, aquecimento e desumidificação que podem ser combinados em um único dispositivo e de acordo com suas necessidades de gerenciamento térmico. Desde a primeira análise, prototipagem até a produção do produto final. Entre em contato connosco e teremos o maior prazer em conversar consigo sobre todas as possibilidades da tecnologia EuroPeltier.


#EUROPELTIER, #ThermalManagement, #Engineering, #Cooling, #Heating, #ThermalEngineering, #Thermodynamics, #ThermalEngineer, #Ventilation #Enclousures #ClimateControl #Ventilacao #Climatize #Climatização

13 visualizações0 comentário